Prefeitura realiza o Dia D de Inclusão das pessoas com deficiência

Na manhã desta segunda-feira, 03, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), realizou o Dia D do Dia Municipal Pelos Direitos da Pessoa com Deficiência. A solenidade aconteceu no Ginásio de Esportes do Sesi, localizado no Conjunto Marcos Freire I, e contou com a presença de representantes de  órgãos que lutam pelos direitos das pessoas com necessidades especiais.

Durante o evento várias autoridades do município foram homenageadas com o Troféu Socorro Mais Inclusão, além de prestigiarem diversas  apresentações culturais.

O prefeito Padre Inaldo agradeceu a todos pelo empenho e dedicação na luta pela garantia dos direitos desses cidadãos. “É muito importante celebrarmos esse dia tão importante e principalmente observar o desenvolvimento que alcançamos nesses quase dois anos de gestão com os nossos servidores se colocando  à disposição das pessoas com deficiência. Agradeço por eles trabalharem por uma cidade mais justa e humana”, disse.

A secretaria de Assistência Social, Maria do Carmo, falou sobre a importância do evento para a sociedade. “Esse evento é importante para passarmos para toda sociedade a importância da inclusão para as pessoas com deficiência, e passar para as outras pessoas que eles não são qualquer um e sim como pessoas capazes e cheias de qualidades como qualquer outra”, comenta.

De acordo com o presidente do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência, Samuel Fernandes, o evento é um marco para o município. “A gestão do prefeito Padre Inaldo tem observado as nossas lutas de uma forma especial, através de um olhar mais humano e igualitário. Após dez anos com o conselho parado a gestão do prefeito Padre Inaldo nos possibilitou a retomada desse espaço. Agradeço ao prefeito e a secretária de Assistência Social, Maria do Carmo pela realização desse evento que é um marco para o nosso município”, relata.

Para um  dos presentes no evento, o senhor Renato Machado, o evento é importante por gerar uma reflexão nas pessoas sobre a importância das pessoas com deficiência, “Essa é mais uma data para mostrar que as pessoas com deficiência tem grande relevância na sociedade. A prefeitura de Nossa Senhora do Socorro está de parabéns e no caminho certo com a realização desses eventos  que mostram os nossos valores”, disse.

Por Wallison Oliveira
Fotos Antônio Carlos e Edilson Menezes

SMAP apresenta retificação do edital para eleição do Conselho Municipal de Alimentação

A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro torna pública a edição do Edital N° 01/2018 que discorre sobre a convocação para a eleição do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA) de Nossa Senhora do Socorro para o biênio de 2018/2020, conforme a resolução N° 01 de 27 de Agosto de 2018.

Para participar do processo eleitoral, que ocorrerá no dia 25 de janeiro de 2019, na sede da Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação e Pesca (Smap), das 9h às 13h, as entidades devem realizar a inscrição de 05 de dezembro de 2018, a 18 de janeiro de 2019, na sede da SMAP localizada na rua Antônio Valadão, 780, Povoado Porto Grande.

Dentre os segmentos sociais que serão discutidos pelas entidades estão a reforma agrária e agricultura familiar, agroindústria de alimentos e o abastecimento e comércio de alimentos.

Acesse o edital retificado e saiba como participar!

Alunos da João Paulo II realizam apresentações em referência ao projeto “Escolas no Fórum”

Após visitas realizadas pelos alunos da rede municipal de ensino de Nossa Senhora do Socorro ao Fórum Desembargador Pedro Barreto de Andrade, localizado no Marcos Freire II, os alunos da Escola Municipal João Paulo II, realizaram na manhã desta sexta-feira, 30, apresentações voltadas à resolução de conflitos, tema principal do projeto “Escolas no Fórum”, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

De acordo com a coordenadora de projetos da Semed, Nárya Gorett, cerca de 900 alunos já participaram do projeto que busca, principalmente, promover a cultura de paz entre os alunos dentro e fora do ambiente escolar. “Ano passado recebemos esse convite do Tribunal de Justiça para levar os nossos alunos ao Fórum, onde seriam debatidos a importância de manter o diálogo. De imediato a secretária Marieta abraçou a ideia e desde então nossos alunos vêm frequentemente realizando essas visitas. Em todos as visitas é perceptível o quanto eles ficam maravilhados em conhecer o ambiente físico e o contato direto com o juiz Salvador”, declarou.

Em agradecimento a parceria e retorno do que foi assimilado durante a visita, os alunos da João Paulo realizaram apresentações e simularam audiência, com foco voltado para a resolução de conflito, conforme aponta a diretora da unidade escolar, Lucilda Vasconcelos. “Depois que realizaram a visita ao Fórum os alunos ficaram mais animados e adquiriram mais conhecimentos. Então como forma de agradecimento eles se prepararam com bastante entusiasmo para fazer belas apresentações, cientes de que o respeito deve ser mútuo e o diálogo é a melhor saída”, disse.

Desde a implementação cerca de 20 escolas do município foram beneficiadas pelo projeto, que consistem em conhecer o ambiente físico do órgão público e na apresentação de palestras e oficinas. “Estou bastante emocionada porque é um pouco do retorno que os alunos estão mostrando do que foi aprendido nas oficinas que oferecemos e isso mostra que os objetivos foram atingidos. Quando eles fizeram a proposta inversa de convidar o Judiciário para comparecer na escola e mostrar que eles entenderam a mensagem, é muito positivo e animador para que possamos continuar com o projeto no próximo ano”, disse a idealizadora do projeto, Heloísa Joana.

“Durante a visita aprendi que temos diversas estratégias para resolver conflitos e evitar algo  mais grave, sempre tentando resolvê-los através da conversa. Fico feliz em poder participar de forma ativa na organização dessa atividade, que é uma forma de mostrar o que aprendemos durante a visita ao Fórum”, declarou a aluno do 8º ano, Ana Carolina Ferreira.

Por: Bruna Evelyn

Fotos: Edilson Menezes

Novos conselheiros são eleitos para compor o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência em Socorro

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) realizou na manhã desta quinta-feira, 29, mais uma eleição no sentido de garantir políticas públicas para diversos públicos. Desta vez, o pleito foi realizado para a escolha dos 16 novos representantes para composição do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD). A ação foi realizada na Casa dos Conselhos, no Marcos Freire I.

Sem concorrentes, Samuel Fernandes foi aclamado para permanecer à frente do Conselho no período de 2018//2010 e para a vice-presidência foi eleita Ana Maria. Feliz, o presidente falou do planejamento para os próximos dois anos. “Nós iremos, de fato, aperfeiçoar a política pública dentro do município, embora não saibamos o que vem por aí no cenário nacional, mas continuaremos lutando e elencando novas ações em favor das pessoas com deficiência”, garantiu.

Dos 16 representantes eleitos, oito foram preenchidas por entidades, empregadores com deficiência e trabalhadores da política da pessoa com deficiência. Já as oito outras vagas foram destinadas a um representante de cada secretaria de Socorro, que juntos devem cumprir o que está prescrito no estatuto e no regimento da pessoa com deficiência, garantindo o acesso à educação, ao mercado de trabalho, além de oferecer toda assistência necessária desses cidadãos.

“Desde o início da gestão de Padre Inaldo vemos intensificando de forma mais eficaz e eficiente as ações, inclusive tendo mais apoio e humanismo às causas da pessoa com deficiência, o que antes não tinha. Falava muito em política pública, mas, de fato e evidente, foi a partir de 2017 que realmente o Conselho e as ações voltadas para esse público ganharam força’, acrescentou o presidente.

Para a pasta da saúde o Conselheiro João Paulo garantiu acessibilidade aos serviços prestados pela Prefeitura. “Enquanto representante da pessoa com deficiência da área da Saúde iremos manter de forma constante o diálogo e entender a necessidade desse público. A Secretaria de Saúde vem tentando suprir a necessidade dele, além de atender toda uma demanda solicitada por eles mesmo, desde um acompanhamento mais próximo à medicamentos e atendimento com especialistas”, declarou.

Quem também fez questão de acompanhar o pleito e parabenizar a permanência do presidente foi o representante da Fraternidade Cristã da Pessoa com Deficiência, José Renato Machado. “Tenho acompanhado a conduta de Samuel e tenho gostado. Se ele proceder da forma que vem se posicionando e lutando pela causa, teremos mais um período satisfatório”, disse.

Por: Bruna Evelyn

Fotos: Edilson Menezes

Acessibilidade