Mais conquista: prefeito entrega coletes aos agentes e fiscais de trânsito da SMTT

Com a nova aquisição, a categoria terá mais uma proteção ao realizar seus trabalhos diariamente no trânsito

Na manhã desta quinta-feira, 07, o prefeito Padre Inaldo entregou, juntamente com o superintendente da SMTT de Nossa Senhora do Socorro, Toledo Neto, uma nova ferramenta de trabalho aos agentes e fiscais de trânsito: coletes à prova de bala. Com a aquisição, os profissionais terão mais segurança ao realizar suas funções nas ruas do município.

“Nós queremos que os agentes e fiscais da SMTT estejam cada vez mais preparados para trabalhar no trânsito e para isso eles precisam ter um suporte eficiente. O trabalho que eles realizam precisa de ferramentas de proteção, porque muitas vezes eles sofrem ameaças ou até mesmo agressões. Conseguimos, depois de muita luta, comprar os coletes e entregá-los hoje. Vamos continuar trabalhando para avançar cada vez mais e trazer mais benefícios aos nossos servidores”, destacou o prefeito Padre Inaldo.

Gratos pela aquisição, os agentes explicaram a importância do uso do colete no desempenho diário de suas funções. “Foi muito importante essa conquista, porque lidamos o tempo todo com diversas pessoas, com infrações e multas. Os coletes nos resguardam e nos trazem mais proteção para lidar com os problemas de trânsito”, agradeceu Nilton Santos, 44 anos, há 12 agente da SMTT.

Além dessa conquista, muitas outras foram realizadas pela gestão para os profissionais da SMTT. “O trabalho realizado pelos agentes e fiscais de trânsito é uma das, senão a principal função da SMTT e, por isso, juntamente com o prefeito, corremos atrás de alcançar melhorias para a categoria. Além dos coletes, a gestão também investiu em novos veículos, um alojamento completo e o reajuste salarial da classe. Só temos a agradecer ao prefeito e correr atrás de mais melhorias”, ressaltou o superintendente da SMTT, Toledo Neto.

 

Por: Isadora Pinho

Fotos: Antonio Carlos e Edilson Menezes

Secretaria Municipal do Trabalho realiza o 1º Movimento Jovem Aprendiz Socorrense

Iniciativa visa beneficiar jovens de 14 aos 24 anos, com oportunidades de emprego e qualificação profissional

A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro iniciou nesta quinta-feira, 07, através da Secretaria Municipal do Trabalho (Semtrab), o 1º Movimento Jovem Aprendiz Socorrense. A ação, que terá continuidade na sexta-feira, 08, tem como principal objetivo preparar os jovens de 14 a 24 anos para o mercado de trabalho com cursos nas áreas industrial, administrativa e de atendimento, bem como realizar os encaminhamentos dos cidadãos para oportunidades de emprego.

Durante os dois dias de evento serão ofertadas 1500 vagas em cursos profissionalizantes, a fim de preparar os jovens socorrenses para ingressar no mercado de trabalho. “Nosso intuito com esse primeiro evento focado exclusivamente nos jovens, é garantir que desde cedo eles tenham oportunidades para competir no mercado de trabalho. Quanto antes essas pessoas conseguirem adquirir experiência e aprendizado, mais cedo elas conseguirão garantir seu lugar no mercado de trabalho”, garante o secretário de Trabalho do município, Alessandro Santos.

A jovem Izabella Barros, de 17 anos, fez questão de chegar cedo ao evento para garantir uma vaga nos cursos de capacitação. “Eu vi a postagem da Prefeitura e vim aproveitar, porque essa e uma excelente oportunidade para quem quer conquistar o primeiro emprego. Vim buscando cursos, para me qualificar, pois eu sou jovem e quero trabalhar”, afirmou.

Quem também fez questão de continuar buscando qualificação foi a estudante, Daiane Lima, de 16 anos. “Eu já participo dos cursos ofertados pela secretaria há dois anos, e gosto muito! Aqui são ofertadas várias oportunidades de emprego e qualificação e eu aproveito todas. É muito difícil encontrar emprego, mas eu sei que é preciso perseverar e que uma hora ele chega e eu tenho que estar pronta para ele”, acredita.

Amanhã as atividades continuam no 1º Movimento Jovem Aprendiz Socorrense, onde também estão sendo ofertadas oficinas de artesanato, capacitação para entrevistas de emprego e, após o término dos cursos, haverá encaminhamentos para empresas parceiras da Secretaria do Trabalho, nas áreas do Comércio, Indústria e Serviços.

Por: Gabriele Frades

Fotos: Edilson Menezes

Mil casas: Trabalho Social é tema de discussão do Grupo Institucional do Poder Público (GIPP)

Os representantes das Secretarias de Nossa Senhora do Socorro são responsáveis por garantir políticas públicas para assegurar as condições adequadas de moradia dos beneficiários

Representantes das Secretarias de Nossa Senhora do Socorro, que compõem o Grupo Institucional do Poder Público (GIPP) das mil unidades habitacionais que estão sendo construídas no município, através do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, realizaram na manhã desta quinta-feira, 07, mais uma reunião para a tratativa dos trabalhos sociais que serão desenvolvidos em benefício dos futuros moradores e do desenvolvimento local.

Com o objetivo de promover a articulação e integração entre políticas públicas para assegurar as condições adequadas de moradia, incluindo habitação, geração de trabalho e renda, educação, saúde, assistência social, transporte e segurança pública dos beneficiários, o grupo se reuniu na sala de reunião do gabinete do prefeito Padre Inaldo.

O Grupo segue as normativas impostas na portaria Nº 464, de 25 de Julho de 2018, que dispõe sobre o trabalho social nos programas e ações do Ministério das Cidades. “A portaria designa esse grupo justamente para garantir que todos os novos beneficiários das casas tenham acesso às políticas públicas, assim as Secretarias poderão se organizar, a fim de garantir que esses serviços cheguem a esse público. Ou seja, é o momento de fazer um planejamento a curto e longo prazo, além de visualizar quais serão os equipamentos que serão utilizados em prol dos moradores”, explicou a assistente de Projeto Social da Caixa Econômica Federal, Franciele Gazla.

Presente na reunião, a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), Aída Almeida, explica que o empreendimento exige do município a garantia ao acesso dos serviços prestados pela Prefeitura de Socorro. “Já faz parte do empreendimento a articulação com todas as Secretarias para que, de fato, as famílias sejam acolhidas no ambiente que irão residir, então existe essa preocupação da execução do trabalho social. Além de cumprir os requisitos que foram estabelecidos pelo programa, existe a preocupação em acolher esses moradores, que já são moradores do município, mas que irão residir num único local”, esclareceu.

As inscrições para participar do sorteio das mil casas podem ser feitas até o dia 15 de fevereiro, através do site: www.nossacasasocorro.com.br

Procuradores se reúnem na SMTT para mais uma reunião sobre o consórcio do transporte público

A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) e representantes das administrações municipais da Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, que formam a Grande Aracaju, continuam somando forças para implantar o Consórcio Metropolitano do transporte público. Na manhã dessa quarta-feira, 6, foi realizada na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) da capital a terceira reunião do ano sobre o tema.

O encontro foi entre procuradores jurídicos das quatro cidades que integram o consórcio. “Na reunião passada começamos a discutir o protocolo de intenções, e agora, concluímos a primeira revisão deste protocolo, que é essencial para a formação do consórcio. A cada reunião avançamos mais nas discussões”, afirma Débora Pinchemel, procuradora Jurídica de Nossa Senhora do Socorro.

Participaram ainda da reunião os procuradores jurídicos Rita de Cássia Souza, da SMTT de Aracaju, Diego Araújo Silva, da SMTT de São Cristóvão, Saul Silveira, da SMTT da Barra dos Coqueiros, e Vivianne Sobral, da SMTT de Nossa Senhora do Socorro.

Sobre o consórcio

O consórcio levará à criação de uma entidade pública, que definirá o formato do sistema de transporte coletivo da Região Metropolitana de Aracaju e as obrigações de cada município na gestão do serviço. Embora complexo, o processo de criação do consórcio e, posteriormente, do edital de licitação, será um grande avanço para as cidades da região metropolitana.

Fonte: SMTT Aracaju

Acessibilidade