Prefeitura de Socorro monta três unidades de acolhimento para atender famílias desabrigadas pela chuva

De acordo com Centro de Meteorologia já choveu no município mais de 304mm de chuva, apenas nos primeiros 10 dias de julho, média bem acima do esperado para o mês inteiro que era de 200mm

Um verdadeiro exército foi montado pela Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através das secretarias de Assistência Social (SMAS), Saúde (SMS), Infraestrutura (Seminfra), Planejamento (Seplan) e Defesa Civil, para atender às famílias residentes no município e que foram prejudicadas pelas fortes chuvas que desde a última segunda-feira, 08, caem na região.

Uma grande reunião com as secretarias envolvidas na execução do Plano de Contingenciamento foi realizada na tarde desta quinta-feira, 11, para avaliar o que já foi feito e avaliar os próximos passos a serem seguidos, a fim de assegurar a segurança e conforto das famílias desabrigadas. “Eu e a minha equipe estamos unidos e alinhados para acompanhar as ações de contingência dos efeitos das chuvas em Socorro. A pedido meu, nas últimas 48 horas vários representantes da gestão estiveram ativos no trabalho de orientação e acolhimento das famílias vítimas da chuva, em especial a nossa Defesa Civil Municipal que esteve e está atuando na linha de frente deste trabalho”, explicou o prefeito Padre Inaldo.

É importante destacar também que representantes da DESO, destacaram que é FALSA a informação de que a barragem  que retém o afluente Poxim Açu ameaça romper. “Essa informação está completamente descartada, e o que pode acontecer nas próximas horas será a sangria controlada, vez que a barragem já atingiu cerca de 95% de sua capacidade máxima e nas próximas 24h a previsão do Centro de Meteorologia é que chova cerca de 50 mm de chuva”, detalha o subcoordenador da Defesa Civil do município, Emerson Moraes.

Acolhimento

Até o presente momento nove famílias já se encontram abrigadas no Centro Social do Conjunto Parque dos Faróis, mas o trabalho de monitoramento e acompanhamento dos casos não para. “Seguimos realizando vistorias e visitas às áreas afetadas, convidando os cidadãos que se sentirem ameaçados a saírem das suas casas e buscarem apoio. Estamos cadastrando todos, a fim de oferecer a eles colchões, cobertores e alimentação, bem como um ambiente seguro para que eles estejam abrigados”, detalha a representante da Secretaria da Assistência Social, Fátima Góis.

Áreas de risco

De acordo com a Defesa Civil Municipal as regiões que mais demandam atenção são o Loteamento Beira Rio, no Parque dos Faróis, o povoado Lavandeiras, onde algumas famílias residentes na região da Fazendinha, também foram registrados casos de famílias que precisaram ser desalojadas e encaminhadas a escola local, por motivo de segurança. “Outra região de alerta é a Piabeta e o Loteamento Jardim Mariana, onde o solo já saturou e estão sendo identificados pontos de alagamento”, explica o subcoordenador da Defesa Civil, Emerson Moraes.

Quem precisar de auxílio deve manter a calma e acionar a Defesa Civil, através dos números 0800 284 5367/ 98834-8626. “Estamos de prontidão e agindo com o auxílio de caminhões e tratores para socorrer aqueles que precisarem. Estamos também com o espaço do Ginásio do Sesi, no conjunto Marcos Freire I, além do Centro Social do Parque dos Faróis, prontos para atender a todos”, garante o prefeito Padre Inaldo.

Fotos: João Brasil e Rafael Barreto

Prefeitura realiza mais uma edição do movimento Pró-Emprego

A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho (Semtrab), realizou nesta quinta-feira, 11, mais uma edição do Movimento Pró-Emprego. Desta vez a ação foi realizada na sede da Semtrab, localizada no conjunto João Alves.

O objetivo da ação é oferecer oportunidades de qualificação profissional aos moradores do município, facilitando a entrada no mercado de trabalho. Durante a 6ª edição foram disponibilizadas 3.000 mil vagas em 40 modalidades de cursos profissionalizantes, além de entrevistas de emprego.

De acordo com o secretário do Trabalho, Alessandro Santos, esta é mais uma ação de combate ao desemprego no município. “A Prefeitura está priorizando políticas públicas de combate ao desemprego no município e já trouxe bons resultados, pois o Ministério do Trabalho confirmou 12.742 empregos gerados em dois anos e meio de gestão, o que significa um avanço muito grande. A Prefeitura não mede esforços para ajudar as pessoas desempregadas”, afirma.

Participando dos cursos pela segunda vez, a senhora Nadya Xavier, se inscreveu em dos cursos para se atualizar no mercado de trabalho. “Fiz um curso de atendimento e agora me inscrevi no curso de informática, que é algo bastante importante e agrega muito como experiência”, disse.

Desempregado há seis meses, o senhor Jean Carlos elogia  a ação realizada pela Prefeitura. “Sou técnico em petróleo, e desempregado desde o início do ano, e de lá até aqui a  Prefeitura de Socorro é a única que dá oportunidades, não somente aos jovens, mas também pessoas acima de 30 anos. Esses cursos são caros e o prefeito faz de tudo para ajudar a população”, agradece.

Prefeitura intensifica trabalhos durante período chuvoso

Em mais uma manhã chuvosa, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, por intermédio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Sesurb) e Defesa Civil, intensificou as ações em diversos pontos do município. As ações tem como objetivo minimizar os transtornos causados durante o período com chuvas intensas.

Logo nas primeiras horas da manhã, as equipes da Sesurb trabalham na execução da limpeza de canais, a fim de evitar o acúmulo de lixo e consequentemente causando danos à saúde dos cidadãos socorrenses.

Já as equipes da Defesa Civil trabalham no monitoramento das principais áreas afetadas pelo volume de chuvas dos últimos dias, além de buscar medidas para que os transtornos sejam solucionados.

Nas últimas 24 horas, o município recebeu um volume de chuvas três maior que o suportado, e a previsão é que no dia de hoje, as chuvas cheguem entre 50 e 60 milímetros, e para evitar prejuízos, o sub coordenador da Defesa Civil do município, Emerson Morais, deixa um alerta para a população. ” Os moradores devem evitar transitar pelas alagadas, em casos de casas alagadas, que desliguem a rede elétrica e qualquer transtorno acionar a Defesa Civil”, disse.

Em caso de emergência, os cidadãos podem entram em contato com a Defesa Civil pelos números 0800 2845367 ou 988348626 em casos mais extremos, entrar em contato com Corpo de Bombeiros pelo 193.

Acessibilidade