Prefeitura de Socorro em Ação: Centenas de cidadãos são atendidos em mais uma edição do projeto

A 6ª edição foi realizada neste sábado, 31, no Mutirão do conjunto João Alves

A manhã deste sábado, 31, foi bastante movimenta para os moradores do Mutirão do conjunto João Alves e comunidades vizinhas que participaram de mais uma edição do projeto “Prefeitura de Socorro em Ação”. Os serviços foram desenvolvidos na Escola Municipal Nossa Senhora de Lourdes e na Unidade Básica de Saúde (UBS) Josafá Mota de Souza, onde os cidadãos puderam desfrutar de atendimentos com clínico geral, ginecologia, pediatra, exames de lâmina, ultrassonografia, atendimentos odontológicos, cardiologista, testes de glicemia e pressão arterial.

“O projeto Prefeitura de Socorro em Ação proporciona a aproximação entre o poder público com as secretarias e os parceiros. Estamos trazendo os serviços para melhor atender o nosso povo”, disse o prefeito Padre Inaldo, que fez questão de chegar cedo e acompanhar a realização do programa.

No que concerne às ações de cidadania foram realizados atendimentos com profissionais como cabeleireira, manicure , barbeiro, massagens , assessoria jurídica, assessoria contábil, através da parceria com a Igreja Universal e a Universidade Estácio de Sergipe. O evento também contou com a parceria do Governo do Estado, que disponibilizou serviços de emissão de carteira de identidade e a carreta da saúde do homem.

O presidente da Assembléia Legislativa, Luciano Bispo, esteve prestigiando o evento e falou sobre a importância da ação. “Esse projeto é bastante louvável, porque é isso que o povo espera, ações. Espero que o prefeito Padre Inaldo continue com esse projeto, que está mais que aprovado. Um programa que vem sendo desenvolvido com muito carinho e dedicação”, afirma.

Procurando serviços odontológicos o estudante, Sérgio Sousa, saiu do atendimento médico com a autoestima elevada, após passar por procedimento. “Eu tinha vergonha até de sorrir, porque tava com o dente quebrado. Aproveitei que teve esses atendimentos aqui e vim para a consulta com a dentista. Graças a Deus o problema foi resolvido”, relata o jovem morador do Mutirão.

Ana Tamyres foi outra moradora que aproveitou a oportunidade para realizar alguns serviços. “Vim tirar a identidade do meu filho e também a segunda via da minha. Gostei bastante dessa ação da Prefeitura, porque teve bastante comodidade, pois em outro dia teríamos que ir longe para conseguir”, agradece.

Camila Gardênia foi outra moradora que retirou identidade do filho e aproveitou alguns serviços de beleza. “Tirei a identidade do meu filho e a aproveitei para fazer as unhas, cabelo, sobrancelha. Achei uma ação muito legal, que ajuda a comunidade ter boas oportunidades. Espero que venham mais como essas”, enfatiza.

Por Wallison Oliveira

Fotos Antônio Carlos

Confira a galeria:

Programa de Qualificação do Servidor finaliza mais uma turma

Curso de Noções Básicas de Administração Geral bateu recorde de público

Na manhã desta sexta-feira, 30, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através da Secretaria Municipal de Administração (Semad), por meio do Programa de Qualificação do Servidor (PQS), finalizou o curso de Noções Básicas de Administração Geral. A capacitação foi realizada em parceria com a Faculdade Pio X, onde as aulas foram ministradas.

O Curso de Noções Básicas de Administração Geral discutiu questões que envolvem o cotidiano administrativo do servidor. “Uma atividade que refletiu as necessidades técnicas e organizacionais do espaço público”, afirmou a coordenadora do PQS, Priscila Alves.

A palestrante Maria Margarete, destacou a importância do curso para os servidores. “Ele resgata situações vividas pelos servidores nas organizações, tanto rotineiras, quanto ainda não vistas. Nosso intuito é trabalhar a visão ampla do serviço público, pautado na excelência, servindo a comunidade”, afirmou.

 

A servidora da Defesa Civil do município, Rejane Santos, elogiou a iniciativa da Gestão Municipal. “Tivemos a oportunidade de aprender muito sobre a Administração Pública. É sempre bom adquirir novos conhecimentos, a Prefeitura está de parabéns”, elogia.

 

 

Já para Denny Magalhães, servidor da Guarda Municipal, o curso e de extrema relevância para aprimorar os conhecimentos. “Esse curso ajudou também a promover a interação e o companheirismo entre todos os participantes, que atuam nas mais diversas secretarias. O conteúdo foi passado de forma dinâmica e diferenciada, garantindo uma melhor absorção de todo conhecimento”, garante.

Programa “A Hora do Faça Bonito” promove atividades nas unidades educacionais de Nossa Senhora do Socorro

As unidades de ensino da Rede Municipal de Nossa Senhora do Socorro realizam nesta quinta-feira, 29, palestras que integram o Programa “A Hora do Faça Bonito”. Com o intuito de atender ao proposto na iniciativa, as escolas da Rede Municipal na última quinta-feira de cada mês, fazem uma paralisação em suas atividades, de 40 minutos nos turnos, às 10h e às 16h, para realizar uma abordagem direta junto aos estudantes para conscientizar acerca do enfrentamento das diversas formas de violência.

A secretária Municipal de Educação, professora Josevanda Mendonça Franco, relembra que a iniciativa foi lançada em maio e por consequência dos festejos juninos e do recesso das escolas “A Hora do Faça Bonito” teve a sua implementação no mês de agosto.
“Embora o Faça Bonito seja uma campanha de enfrentamento à violência sexual praticada contra a criança e o adolescente, o Programa ‘A Hora do Faça Bonito’ está voltado também para o enfrentamento da violência doméstica, incluindo mulheres e idosos”, explicou a secretária, ao destacar as especificidades da ação no município de Nossa Senhora do Socorro.

A campanha Faça Bonito é realizada nacionalmente, representada por uma flor amarela, que simboliza o cuidado e a proteção que devemos ter com as meninas e meninos. Em Nossa Senhora do Socorro, a Prefeitura, por meio das ações da Secreta Municipal de Educação (Semed), em parceria com as Secretarias Municipais de Assistência Social (SMAS), de Saúde (SMS), lançaram a iniciativa a “ A Hora do Faça Bonito”. Trata-se de uma ação estratégica de prevenção, de caráter intersetorial para publicizar e mobilizar a sociedade socorrense comprometendo-a com a responsabilidade da proteção da criança e do adolescente.

Para subsidiar a atividade, os técnicos de referência utilizam material impresso de disseminação dos aspectos relacionados as diferentes formas de violação dos direitos humanos.

Educação para prevenção

A diretora da Escola Municipal Diva Maria Correia, no conjunto Fernando Collor, Denize de Morais, reconheceu que a educação tem um papel importante para a prevenção. “É necessário abraçar esse Programa para conscientizar a comunidade escolar. As atividades aconteceram nos três turnos – no Ensino Fundamental e na Educação de Jovens e Adultos – abordagem foi feita de forma acessível e os estudantes gostaram muito da iniciativa”, destacou.

Segundo o diretor da Escola Municipal Manoel de Jesus Silva, André Augusto Andrade, a Semed mais uma vez acertou na implementação dessa ação. “A Hora do Faça Bonito é uma iniciativa fantástica, trata-se um programa excelente, que aborda assuntos delicados e que é necessário a conscientização para o enfrentamento. Foi notório que os estudantes se interessaram pela temática”, disse, ao comentar que na unidade de ensino aconteceu uma palestra com a psicóloga vinculada ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Lenilva Vieira Aragão.

Defesa dos Direitos Humanos

Para a secretária, o enfrentamento à violência sexual praticada contra a criança e o adolescente é uma conquista da luta pelo reconhecimento e prática dos direitos humanos. “O artigo 245 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina a obrigatoriedade do médico, professor ou responsável por estabelecimento de atenção à saúde e de ensino fundamental comunicar à autoridade competente os casos que tenham conhecimento, envolvendo suspeita ou confirmação de maus-tratos contra criança ou adolescente” elucidou Josevanda Mendonça Franco. Ainda de acordo com ela, para além do ECA, a própria Constituição, no artigo 227, determina que é dever da família, sociedade e estado assegurar os direitos da criança e adolescente.

A Hora do Faça Bonito

A iniciativa tem como público-alvo operadores da Educação e alunos, famílias e usuários dos equipamentos da Assistência Social e da Saúde. Para subsidiar a atividade, os técnicos de referência utilizam material impresso de disseminação dos aspectos relacionados as diferentes formas de violação sexual praticada contra crianças e adolescentes. Além disso, serão informadas as estratégias de noticiamento, com a revitalização do formulário do Sistema de Aviso Legal por Violência Contra Criança e o Adolescente (Salve).

Por:Lívia Lessa

Acessibilidade