Prefeitura de Socorro dá continuidade ao Projeto de Arborização

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e o ecossistema do município, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, em parceria com o Governo do Estado de Sergipe e  as Secretarias Municipais do Meio Ambiente (SEMMA), Serviços Urbanos (Sesurb) e Agricultura, Irrigação e Pesca (SMAP) e com a Fundação Brasil Ecoar, promove todas as terças e quintas-feiras o plantio de mudas em diversas áreas da cidade, através do Projeto de Arborização.

A ação desta terça-feira, 3, ocorreu na rótula do Albano Franco e do Marcos Freire II, na Avenida Coletora A e contou com a participação do coordenador de projetos da SEMMA, Eduardo Buarque Júnior, e de funcionários da Secretaria e da Fundação Brasil Ecoar. No local foi realizado a plantação de 80 mudas de seis diferentes espécies de plantas nativas.

“Nós temos uma boa variedade de espécies aqui, entre elas Tamboril, Craibeira e Pau d’água”, declarou o coordenador de projetos. “Já foram plantadas, em média, mais de cinco mil mudas em diversas regiões”, complementou. Os plantios já foram realizados, por exemplo, nos conjuntos Fernando Collor, Piabeta, João Alves e Marcos Freire I e II.

Já a educadora ambiental da Fundação Brasil Ecoar, Yasmin Santos, falou da boa recepção que o projeto tem diante dos moradores do município “Durante as ações, muitas pessoas vêm nos parabenizar pelo projeto e dizem para nós irmos desenvolver a ação em outros lugares do município”, declarou.

Fotos: Igor Mamédio

Prefeitura irá apoiar primeira edição da Expo Socorro

Nos dias 5,6,7,8 de dezembro, a SOS Eventos, com o apoio da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro e parceria do Clube dos Diretores Lojistas (CDL) de Socorro, vai realizar a 1ª Edição da Expo Socorro. O evento será realizado na Arena de Eventos Siri.
Esta será a maior feira multissetorial de Sergipe, apostando na diversidade como sua principal característica. Irão participar da feira expositores locais, comerciantes e indústrias de outros municípios e Estados, e tem como objetivo fomentar os negócios nos setores da Indústria, Comércio, Artesanato, móveis, gêneros alimentícios, veículos antigos, motociclismo, concurso da garota Expo Socorro, Exposição Agropecuária e Praça de Alimentação.
O evento irá ocupar 10.000 mil metros quadrados da Arena de Eventos do Siri, e entre as atrações estão desfile de moda, rodadas de negócios, shows artísticos, parque infantil, cursos de degustação, ateliê gastronômico, encontro de mulheres que fazem a diferença no negócio agropecuário sergipano e apresentações culturais.
O organizador do evento, Gilvan Azevedo, convida os cidadãos e empresários para participar da primeira Expo Socorro. “A Expo Socorro será um grande evento, estamos organizando com bastante antecedência para que as pessoas que visitem fiquem satisfeitas com o que irão ver. Já os empresários que desejam expor seus produtos devem entrar em contato conosco e reservar o stand”, disse.

Prefeitura realiza 3ª chamada para a entrega de documentação dos contemplados no programa “Nossa Casa Socorro”

A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro realizando a 3ª chamada para a entrega de documentação entre os sorteados e parte dos suplentes, que ainda não realizaram o procedimento, e foram sorteados para receber as unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. A entrega dos documentos serve como comprovação das  informações apresentadas pelos cidadãos durante o cadastro.
Os contemplados nos dois conjuntos residenciais, Vila Formosa I e Cidade das Flores I, que não finalizaram o processo, foram  novamente convocados, através de contato telefônico e correspondência, e desde a última segunda-feira, 02, estão realizando a entrega da sua documentação na Praça da Cultura cantor Pedro Rogério,  localizada no Marcos Freire I. A entrega segue até a próxima sexta-feira, 06, das 8 às 16 horas, onde os sorteados e suplentes convocados devem apresentar toda a documentação necessária para concluir o processo.
O secretário de Planejamento, Hallison de Sousa, explica a importância da convocação. “Este terceiro chamamento tem como objetivo dar oportunidade para as famílias que foram sorteadas ou ficaram excedentes e que foram convocadas nos anteriores para que possam ter mais uma oportunidade de levar a documentação, afim de comprovar as informações que foram prestadas no cadastramento. Nessa etapa estamos convocando 416 pessoas e mais 720 suplentes dos dois empreendimentos para que a gente aumente o nosso banco de documentação dos sorteados”, relata.
É importante lembrar que os cidadãos sorteados e convocados nas três chamadas regulares que perderem o prazo não poderão mais finalizar o processo e perderão o direito de aquisição do seu imóvel. Uma das pessoas que realizaram a entrega foi a senhora Iraciene dos Santos. “Acho bastante gratificante  participar desse momento. Recebi a ligação e a correspondência pelos Correios e trouxe todos os documentos necessários. Estou bastante esperançosa e ansiosa para receber a minha casa. É a realização de um sonho”, revela.
A senhora Maria Cristina, que falou sobre o significado da entrega dos documentos. “Esse momento significa algo sem tamanho em minha vida, porque não tenho moradia, e ter conseguido realizar o sonho da minha casa própria é maravilhoso. A Prefeitura ter trazido a construção dessas casas para quem mais precisa é maravilhoso, isso é tudo pra gente. Estou bastante ansiosa e tenho fé em Deus que vou conseguir”, enfatiza.

Alunos da Escola Municipal Professora Honorina Costa participam de Concurso de Produção de Texto

A Escola Municipal Professora Honorina Costa promoveu um concurso interno com o objetivo de incentivar a participação dos alunos na 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa. A estudante Kaylani Rafaela Teles Caldeira dos Santos, do 8° ano, conquistou o primeiro lugar. A iniciativa reconheceu os 10 melhores textos.

O concurso realizado na unidade de ensino, idealizado pela professora Marta Leite, contou com o envolvimento dos discentes. Para Kaylani Rafaela Teles Caldeira dos Santos,uma grata surpresa saber que conquistou o primeiro lugar no concurso da sua escola. A jovem não escondia a emoção ao comentar sobre o reconhecimento.

“O apoio da professora foi fundamental. Confesso que não sabia que era capaz de escrever bons textos. Essa atividade me fez olhar de uma maneira diferenciada para a minha comunidade. Passei a reconhecer as belezas do Povoado Porto Grande”, disse, ao agradecer a professora e toda equipe pedagógica.

Concurso

Segundo Marta Leite, todos os textos apresentados foram crônicas e a atividade permitiu despertar nos estudantes o interesse pela produção textual. “Os alunos participaram de oficinas. Agradeço o apoio das Secretarias Municipal de Educação (Semed), pela realização da iniciativa, e da Municipal de Cultura pelo empréstimo dos livros de crônicas”, reconheceu.

Ainda de acordo com a docente, a ação foi importante para a descoberta de novos talentos, incentivar o protagonismo juvenil. Além disso, foi uma forma de colaborar no processo de ensino e aprendizagem. “A iniciativa foi importante também para despertar o sentimento de pertencimento, ampliar os conhecimentos acerca do espaço onde os estudantes residem. Dessa maneira, foi uma forma de valorizar a cultura local”, explicou.

A diretora da unidade de ensino, Rosivânia da Silva Santos, parabenizou o empenho e dedicação da professora Marta. “Atividade como essa permite que os alunos possam cada vez mais aprimorar a produção textual e também o interesse pelo hábito da leitura”, observou.

Comissão julgadora

A equipe que avaliou os textos foi formada pela secretária, Maria das Graças Araujo da Paixão, professor de língua portuguesa, Diego Santana Nunes e a representante da comunidade, Nayara Alves Marques.

Premiados

O concurso reconheceu os 10 melhores texto e premiou os três primeiros colocados. O vencedor foi “O Navegueiro”, de Kaylani Rafaela Teles Caldeira dos Santos; o segundo lugar foi do texto “O Porto Grande”, de Myrela Nascimento Alves; já o terceiro foi “Festa Socorrense Arretada”, de Rayanni Santos Moura.

6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa

A Olimpíada de Língua Portuguesa é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o País. Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e do Itaú Social, com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), a Olimpíada integra as ações desenvolvidas pelo Programa Escrevendo o Futuro.

Neste ano, o tema das produções é “O lugar onde vivo”, que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

Por: Lívia Lessa

Acessibilidade