Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa 2020 começa na próxima segunda-feira, 1º

A expectativa da Prefeitura de Socorro é de que cerca de 6 mil animais sejam vacinados no município

Em virtude da pandemia do coronavírus o início da 1ª fase da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa 2020 precisou ser adiada em alguns estados, a exemplo de Sergipe, passando para a ser de 1 a 30 de junho. Para tal, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) emitiu orientações sobre procedimentos e cuidados para que a vacinação ocorra satisfatoriamente sem colocar em risco a saúde dos produtores rurais e dos servidores do serviço veterinário oficial.

Considerada uma das enfermidades animais mais contagiosas, podendo causar importantes perdas econômicas, a febre aftosa é uma doença viral altamente perigosa para os rebanhos. Os produtores de bovinos e bubalinos devem ficar atentos na mudança, pois a dose foi reduzida de 5 para 2ml. Além de baratear os custos para o criador, a redução irá causar menos reações nos animais.

De acordo com com o secretário municipal de Agricultura, David Fernandes, a expectativa é que cerca de 6 mil animais sejam vacinados em Nossa Senhora do Socorro. “A febre aftosa é uma doença endêmica que pode se espalhar entre os animais. Se atingido pela doença o animal pode perder peso, parar de produzir leite e até precisar ser sacrificado, a fim de evitar a infecção dos demais. O Brasil pode parar de exportar e trazer grandes prejuízos econômicos”, declarou.

A vacina pode ser encontrada nas casas agropecuárias e após a aplicação, o proprietário deve apresentar a nota e declarar que aplicou a dose do animal na Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) ou na Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação e Pesca (SMAP), localizada na rua Antônio Valadão n°33, povoado Porto Grande.

Prefeitura de N. S. do Socorro receberá 3.000 máscaras que serão destinadas à população do município

A doação das máscaras será feita pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias, através do projeto Mãos que Ajudam

Na manhã desta terça-feira, 21, o Prefeito Padre Inaldo participou de uma reunião com o presidente e o diretor da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias, do projeto Mãos que ajudam, para a organização dos últimos ajustes para a doação de 3.000 máscaras à população de Nossa Senhora do Socorro. As máscaras serão entregues aos socorrenses junto com as cestas básicas doadas pela Prefeitura, beneficiando assim a população mais carente do município.

O prefeito agradeceu a atenção oferecida aos cidadãos pelo projeto. “Somos muito gratos a todos que chegam para somar forças conosco, em benefício do povo socorrense. Nesse momento de dificuldade toda ajuda é muito bem vinda, pois só unidos conseguiremos vencer essa doença”, destacou.

O diretor de assuntos públicos da Igreja, Carlos Miguel, falou da ação do projeto Mãos que Ajudam em Socorro. “Mais uma vez, nessa ótima parceria que construímos com a Prefeitura de Socorro, poderemos ajudar a quem precisa. Estamos produzindo 3 mil máscaras que serão destinadas a população do município para garantir um pouco mais de segurança para todos e isso não seria possível sem o apoio da Prefeitura”, comentou.

O presidente da Igreja, Humberto Piedade, falou da grande parceria entre a prefeitura e a igreja. “Há alguns anos, nós fechamos essa parceria com a Prefeitura para beneficiar a todos os socorrenses e agora não é diferente. Nesse tempo de pandemia do Covid-19, estamos com o projeto Mãos que Ajudam a todo vapor para trazer, mais uma vez, benefícios e ajuda para o povo socorrense”, declarou.

Prefeitura organiza força tarefa, junto à Defesa Civil, para minimizar transtornos provocados pelo volume excessivo de chuvas

Fortes chuvas atingem o município de Nossa Senhora do Socorro, nesta terça-feira,19, e desde então vem causando alagamentos e diversos transtornos à população. O volume de chuvas, considerado fora da normalidade, segundo dados da Defesa Civil, pegou os socorrenses de surpresa. Em apenas quatro horas foram registrados 60 mm de chuva, quantidade estimada para as 24 horas do dia.

Para tentar minimizar os prejuízos causados pelo volume de água, a Prefeitura de Socorro reuniu uma Força Tarefa formada por equipes das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminfra), Assistência Social (SMAS) é Planejamento (SEPLAN), para auxiliar a Defesa Civil na atuação em áreas de risco e também nas mais atingidas pelos temporais, assim como, encontrar soluções para os problemas causados pelas fortes chuvas nas mais diversas localidades.

De acordo com o Sub-Coordenador da Defesa Civil do Município, Emerson Campos, o nível muito alto de chuva em um curto espaço de tempo, causou os transtornos à população. “Ontem estavam previstos entre 50 a 60mm de chuva nas 24 horas, e acabaram caindo em torno de 4 horas, a rede de drenagem não conseguiu dar suporte, pois foi muita chuva em pouco tempo, acabou sobrecarregando as redes de drenagem. As equipes da Defesa Civil estão de sobreaviso e fazendo algumas intervenções nos locais onde houve alagamentos, reunidos com uma equipe de engenheiros da Secretaria de Infraestrutura para verificar uma melhor solução de vazão e escoamento das águas. Estamos trabalhando para amenizar os efeitos das chuvas nessas áreas”, afirmou.

O Secretário de Infraestrutura, Francisco Nascimento, destacou o constante trabalho da Prefeitura para diminuir as intempéries causadas pelo alto volume de chuva ao longo do ano. “Preventivamente foram feitas limpezas nos canais e manutenção corretiva onde existe rede de drenagem. No momento, técnicos da secretaria estão analisando os principais pontos de alagamento para encontrar uma solução emergencial. Vale destacar que por melhor que seja o sistema de drenagem de uma cidade, quando há um grande volume de chuva, em poucas horas, é normal ocorrer alagamentos. Infelizmente em Nossa Senhora do Socorro existem muitas moradias localizadas em áreas muito próximas a canais, córregos ou várzeas”, lembra.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), emitiu um alerta de chuva para todo o estado de Sergipe, a Defesa Civil informa de que em qualquer situação de emergência a população entre em contato pelo serviço 199.

Prefeitura realiza entrega de tablets para Agentes Comunitários de Saúde

A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou no início da tarde desta quarta-feira, 20, a entrega de tablets para auxiliar no sistema de saúde do município. Para evitar aglomeração, e consequentemente a disseminação do Covid-19, a  cerimônia de entrega foi realizada no Centro Administrativo, obedecendo as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Esse novo mecanismo irá facilitar o trabalho diário dos profissionais, pois permitirá que os agentes deixem de utilizar as fichas de papel, inserindo os dados dos usuários no sistema E-Sus, proporcionando uma maior agilidade no atendimento aos cidadãos socorrenses.

O prefeito Padre Inaldo, falou sobre a importância dos aparelhos para o desenvolvimento do trabalho. “Os agentes de saúde prestam serviços de grande valor para a nossa sociedade, visitando as famílias, e hoje eles recebem esses tablets que irão facilitar cada vez mais esse serviço prestado para a comunidade”, disse.

De acordo com o secretário de Saúde, Enock Ribeiro, os trabalhadores receberam um treinamento específico para utilizar o novo mecanismo. “Antes da entrega, houve um treinamento com o pessoal para a utilização. É de fácil acesso e todos tenho certeza que todos irão desenvolver muito bem o trabalho”, afirma.

A coordenadora da Atenção Básica, Clécia Carvalho, falou sobre a importância dos aparelhos. “A entrega desses tablets vai facilitar o registro de todas as famílias em tempo real e facilitar que a Secretaria de Saúde possa levar saúde com mais eficiência e qualidade. Todos nós estamos felizes, pois todo nosso trabalho ficará mais fácil”, relata.

Bastante satisfeita em receber o aparelho, a agente de saúde, Cássia Andrade, agradeceu pela grande conquista. “Os agentes agradecem ao prefeito Padre Inaldo pela entrega desses instrumentos tão importantes para nós. A informação será passada para o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde em tempo real, transmitindo melhor as informações que o Ministério da Saúde e o município precisam”, finaliza.

Por: Wallison Oliveira

Fotos: Marina Santana

Mais de 5 mil máscaras de tecidos já foram entregues pela SMTT

A Prefeitura de Socorro, por intermédio da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), realizou na manhã desta terça-feira, 19, a distribuição de máscaras de tecido aos usuários de transporte público no Terminal do Marcos Freire II.

O superintendente da SMTT, Bruno Henrique, falou sobre as ações do Maio Amarelo durante a pandemia. “O Maio Amarelo é uma campanha nacional onde os órgãos de trânsito fazem campanhas de educação para o trânsito e diante desta pandemia que assola a nossa nação, a SMTT de Socorro iniciou ontem, dia 18, uma série de ações que têm por objetivo a proteção dos condutores, passageiros, usuários e os profissionais que atuam no transporte público do nosso Município”, comentou.

Ainda comentando sobre as ações, Bruno Henrique destacou o trabalho das parcerias. “Inúmeras Secretarias Municipais se uniram para que essa semana seja de extrema importância e por causa desse trabalho, já conseguimos distribuir mais de 5 mil máscaras de tecido, álcool em gel, medimos temperatura de condutores e passageiros, realizamos panfletagem e colamos adesivos em veículos. Tudo isso acompanhado de orientações sobre os cuidados necessários nesse período de pandemia”, declarou.

As máscaras de tecidos foram adquiridas através da parceria entre a Prefeitura de Socorro, SMTT, Secretaria Municipal de Educação (Semed), Defesa Civil, Grupo Banese e Instituto Federal de Sergipe (IFS).

Fonte: Ascom/SMTT

Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro promove Blitz da Prevenção em alusão ao Maio Amarelo

Através da ação conjunta entre as Secretarias Municipais de Transportes e Trânsito (SMTT), Saúde (SMS), Meio Ambiente (Semma) e Assistência Social (Semas), além da Guarda Municipal, Polícia Militar e as Cooperativas de Transporte Urbano, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro realizou na manhã desta segunda-feira, 18, a primeira Blitz da Prevenção, em alusão às ações de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo, mês que marca os trabalhos de educação sobre os riscos de acidentes e mortes no trânsito.

Nesta edição o combate ao coronavírus (Covid-19), também entrou em pauta e os motoristas que entraram em Socorro pelo conjunto João Alves, passaram por um controle de temperatura, feito com o novo termômetro digital infravermelho, e ainda, receberam informações de como se previnir, além de receberem álcool em gel, máscaras de proteção e adesivos de conscientização.

Mesmo com o decreto que obriga o uso de máscara dentro dos veículos, alguns motoristas e passageiros ainda circulam sem o uso da proteção. O Secretário de Saúde, Enock Ribeiro, ressalta a necessidade de seguir as recomendações. “Estamos fazendo todos os esforços para conter o avanço do vírus em nosso município, mas sem a ajuda da população tudo fica ainda mais difícil. Portanto pedimos que todos colaborem e usem sua máscara e só saiam de casa em caso de uma necessidade essencial” pontua o secretário.

O Agente de Trânsito, Helder Teles, explicou sobre o  descumprimento do uso de máscaras observado nessa ação. “Estamos em fase de instrução e conscientização para maior segurança dos motoristas e passageiros, por enquanto os motoristas não estão sendo autuados” conta.

Além do conjunto João Alves, a Blitz da Prevenção vai percorrer demais localidades do município. “Levaremos essa ação para outros pontos aqui de Socorro, como o Terminal de Integração do conjunto Marcos Freire II, Final de linha dos conjuntos Jardim e Parque dos Faróis e também nas feiras livres”, explica o superintendente da SMTT, Bruno Rezende.

Por: Lucas

Fotos: Neandes Rafael

Prefeitura de Socorro adota uso de aplicativo de assistência e denúncias de violência

O aplicativo foi criado pelo Governo Federal para auxiliar a população a denunciar os casos de violência doméstica em tempos de pandemia

Sabemos que nos tempos difíceis que estamos vivendo, em meio à pandemia do novo Coronavírus, é necessário que fiquemos em casa o máximo possível. Mas nem sempre a convivência em casa é tranquila é segura, por isso, o Governo Federal criou o aplicativo “Direitos Humanos Brasil”. O aplicativo serve como auxílio à população para a realização de denúncias de, por exemplo, violência doméstica, abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes e violência contra o idoso.

O aplicativo “Direitos Humanos Brasil” foi lançado durante a pandemia para facilitar o acesso da população aos serviços do Disque 100 e 180. O aplicativo funciona através de um cadastro onde a denúncia é feita de forma anônima, sem qualquer tipo de identificação, e possui a opção de anexar fotos e vídeos. O aplicativo pode ser usado não apenas pela vítima, mas também por um vizinho ou alguém próximo. Por isso, é importante manter-se atento a sua vizinhança. Qualquer tipo de violação aos direitos humanos será recebido e atendido.

Após a denúncia ser feita, a segurança pública fará o encaminhamento da vítima, em Socorro será através do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), e em seguida para os serviços de proteção, ou seja, para o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Nossa Senhora do Socorro possui dois CREAS que são referência no estado, um no Marcos Freire e outro no Parque dos Faróis, onde todos os auxílios à vítima serão realizados com acompanhamento psicossocial, assessoria jurídica e com articulação com os serviços de saúde para o atendimento clínico.

Para baixar o aplicativo basta acessar esses links:

  • Sistema Android –

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.direitoshumanosbrasil

  • Sistema IOS –

https://apps.apple.com/br/app/direitos-humanos-brasil/id1505861506

Parceria entre a Prefeitura e assentamento de Malhador garante doação de ramas de batata doce para produtores socorrenses

Iniciativa visa fortalecer a agricultura familiar e diversificar o cultivo de alimentos em Nossa Senhora do Socorro

Os técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação e Pesca (SMAP), estiveram na última sexta-feira, 15, no Assentamento Dandara, localizado na cidade de Malhador, a fim de coletar ramas de batata doce doadas á Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através da parceria firmada.

De acordo com o secretário de Agricultura, David Lopes, foram coletadas ramas da batata doce, branca e vermelha Italiana, que são os tipos mais comercializados em Sergipe e com maior produção em menor espaço de tempo.

“Nosso intuito é distribuir essas ramas com os produtores para incentivar a produção desse alimento em Nossa Senhora do Socorro, dessa forma estamos buscando o fortalecimento da agricultura familiar e diversificando a produção alimentar em nosso município, além de resgatar a cultura dessa raiz, que está um pouco esquecida em nossa cidade”, afirmou David.

Essa já é a segunda ação do tipo realizada graças à parceria, que atualmente beneficia mais de 15 famílias de produtores. “Além da doação das ramas, a Prefeitura, através da SMAP, oferece também o preparo do solo para auxiliar os pequenos produtores. Já as ramas são captadas de forma gratuita, sem nenhum custo para o município, graças a doação desse assentamento que e nosso parceiro”, complementa o secretário de Agricultura, David Lopes.

Coronavírus: Prefeitura de Socorro oferece atendimento psicológico à população em Isolamento Social

Com atendimentos realizados via redes sociais e ligações as equipes de psicológos da Prefeitura tenta ajudar as pessoas a enfrentarem de forma branda os efeitos psicológicos causados pela Pandemia. 

A Pandemia global provocada pelo novo Coronavírus e os seus efeitos pegou a todos de surpresa. Uma série de mudanças de hábitos e de vida precisou ser adotada por todos, a fim de garantir que a contaminação pelo vírus seja freada e dessa forma possamos retomar às nossas vidas normalmente. Mas se adaptar a essas mudanças não e uma tarefa simples. Crises de pânico, ansiedade, estresse e muitos outros problemas afetam a população, que agora precisa passar muito mais tempo em casa.

Pensando nisso e priorizando a saúde mental dos socorrenses, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, vem oferecendo atendimento psicológico gratuito é realizado de forma online ou por ligação telefônica, aos cidadãos durante a Pandemia. Esse atendimento também está sendo ofertado aos servidores, afinal o trabalho deles não para é são eles que estão diariamente na linha de frente, servindo a população.

O distanciamento social em que  estamos vivendo acabou, de certa forma, provocando pânico em muitas pessoas, aquelas que já viviam com quadros de ansiedade e depressão, por exemplo, se viram a beira de crises ainda mais fortes e aqueles que nunca conviveram com isso acabaram descobrindo o quanto o distanciamento social, a falta de contato com os colegas de trabalho, amigos e familiares pode prejudicar a saúde mental de uma pessoa.

“Nós, profissionais da saúde mental, já estamos preparados para trabalhar neste momento de pandemia e no pós também”, afirmou a psicóloga clínica do Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), Lenilva Aragão, que mesmo com o isolamento tem trabalhado e atendido os pacientes com consultas, através do WhatsApp e de ligações. “Esse trabalho faz parte do nosso cotidiano, não paramos de atender essas pessoas, inclusive nos casos mais graves, que exigem um encontro presencial, eu também tenho ido até a casa dessas pessoas para ajudar, obviamente seguindo todas as recomendações médicas da Organização Mundial da Saúde (OMS). Nosso intuito é, assim como o do prefeito Padre Inaldo que nos reforçou a importância desse trabalho, é salvar vidas”, afirma Lenilva.

A psicóloga lembra ainda que na saúde pública, é comum  que o profissional precisem desenvolver alguns processos essenciais de manejo, e foi justamente isso que aconteceu nesse período. “Reorganizamos nossas rotinas de trabalho a pedido do prefeito Padre Inaldo e do secretário da Saúde, Enock Ribeiro, que nos solicitaram que os atendimentos continuassem mesmo com o isolamento. Esse cenário pode ser muito forte para as pessoas que tem uma vida muito cheia de tarefas e afazeres durante o dia, aqueles que estão sempre em contato com outras pessoas, com os amigos, saindo durante os finais de semana acaba sentindo ainda mais o distanciamento social, que é recomendado”, lembra Lenilva.

Lembrando que os efeitos da ansiedade e do estresse podem ser sentidos durante este período que estamos enfrentando, mas também podem deixar marcas traumáticas na vida das pessoas. Para driblar essas dificuldades a psicóloga deu algumas dicas que podem ser seguidas durante esse tempo. “O mais importante é que você filtre as informações que vai receber para se manter informado, cuide do seu sono, valorize a importância de dormir bem, problemas no sono podem desencadear aparecimento de certas condições psicológicas. Evite cafeína, nicotina e álcool, seu consumo não é proibido e não está diretamente relacionado à  insônia, mas pode, eventualmente, ser um fator desencadeador do distúrbio. Ao perceber sinais de que alguma coisa não vai bem procure ajuda profissional, afinal uma noite mal dormida reflete de maneira negativa durante o seu dia e o mais importante pratique atividades físicas, mesmo no espaço domiciliar”, aconselha.

Servidores

Além dos pacientes do município, os servidores da Prefeitura também estão recebendo atenção à saúde psicológica e recebendo esse mesmo atendimento. “Precisamos ter um olhar cuidadoso com estes que estão fazendo o máximo possível para cuidar de nossa população. Sabemos o quanto e cansativo estar na linha de frente durante uma época como essa e o quanto isso pode interferir na sua saúde mental. O trabalho intenso, as dificuldades do dia a dia, a ansiedade, o risco de contaminação, ou medo de contaminar algum familiar ao retornar do trabalho, são alguns de inúmeros fatores que podem alterar o estado psicológico e emocional de nossos profissionais”, pontuou a psicóloga do NASF, Karol Almeida. Assim como os moradores, o contato com os servidores também é feito através do contato telefônico, via whatsApp.

Prefeitura de Socorro e Polícia Militar intensificam fiscalização em estabelecimentos para prevenção ao Coronavírus

Objetivo é verificar se os estabelecimentos estão cumprindo os decretos estaduais para reduzir contaminação pela Covid-19

A Polícia Militar, com o apoio da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, intensifica a fiscalização no comércio do município, a partir desta quarta-feira,13. O objetivo é verificar se os estabelecimentos estão cumprindo as recomendações para reduzir a contaminação pelo coronavírus durante a quarentena e notificar os que forem flagrados descumprindo as medidas de segurança previstas nos decretos instituídos pelo Governo Estadual.

A Força Tarefa conta com a participação da Polícia Militar (PM), Guarda Municipal (GM), Vigilância Sanitária (Visam) e Defesa Civil, e o intuito de resguardar a segurança e a saúde da população socorrense. A fiscalização, segundo a PMSE, ocorrerá de segunda a sábado, abrangendo localidades diferentes todos os dias. A princípio será feita uma orientação para que as lojas que não fazem parte da lista de serviços essenciais fechem as portas, sem aplicação de multa.

O Capitão Soares da Polícia Militar lamentou que ainda existam estabelecimentos que insistem em descumprir o decreto de prevenção ao COVID-19 e comentou a Força Tarefa. “Infelizmente ainda existem vários estabelecimentos comerciais que estão descumprindo o decreto governamental e também da Prefeitura. Os estabelecimentos que estão descumprindo serão notificados e caso venham a se repetir a infração, efetuaremos o Termo Circunstanciado de Ocorrência para responder judicialmente”, afirmou.

O Conjunto João Alves foi o primeiro local a receber a ação por conter diversos serviços e uma grande concentração de pessoas, devido a existência de estabelecimentos ofertando serviços essenciais, a exemplo dos bancos. “A cada dia o foco da operação será em uma localidade, amanhã estaremos no Parque dos Faróis e Conjunto Jardim, e segue de segunda a sábado, pois o combate ao COVID-19 não pode parar”, completou o capitão Soares.

Se possível, fique em casa.

Fotos: Neandes Rafael

Acessibilidade