No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência a ação buscou conscientizar as pessoas sobre a diferença que a acessibilidade pode fazer na sociedade

Nem o sol forte foi capaz de fazer o pessoal desistir da caminhada. A vontade de conscientizar e sensibilizar os moradores de Nossa Senhora de Socorro era maior, e de forma pacífica, foi realizado a fiscalização dos estabelecimentos que tinha acessibilidade e contribuem tanto para a mobilidade urbana, como para a integração das pessoas com necessidade de locomoção.

“O dia de hoje deveria ser festejado com mais ênfase e mais alegria por parte das pessoas com deficiência”, ressalta Samuel Fernandes que é presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Ele também pontua que o município vem trabalhando nessa inclusão. “Nós acompanhamos a reforma de praças, ruas, prédios públicos que antes não tinham acessibilidade e agora pós reforma estão totalmente acessíveis, exemplo disso são as creches e ciclovias”, finalizou ele.

Para Renato Machado, que é deficiente físico, o dia de hoje é fundamental para a inclusão das pessoas com deficiência. “Precisamos fazer nosso papel para que as pessoas se sensibilize e transforme a vida das pessoas com deficiência”. Ele ainda ressalta que aos poucos pequenas mudanças estão acontecendo. “É possível ver no centro da cidade também algumas mudanças, a acessibilidade vêm se tornando maior em algumas lojas, por exemplo”, disse.

Em comemoração ao dia de hoje, será realizado uma premiação em homenagem as pessoas que compreende a importância dessa inclusão, e adaptaram todo seu comércio. Pensando nisso elas são premiadas como uma forma de agradecimento por ter essa sensibilidade. Além dos comerciantes, gestores públicos, emissoras de rádio e televisão, entre outros também serão premiados.

Por: Marina Santana (Estagiária)

Fotos: João Victor Brasil

Acessibilidade