A  Jornada Pedagógica é uma iniciativa da Prefeitura de Nossa Senhora de Socorro, realizada por meio das  ações da Secretaria Municipal de Educação

Professores e gestores participaram na última quinta-feira, 07, das Oficinas de Planejamento de Aula. As atividades foram realizadas na Faculdade São Luís de França, na capital sergipana, e integraram a programação da Jornada Pedagógica 2019.

A Jornada Pedagógica é uma iniciativa da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, realizada por intermédio das ações da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Neste ano, as atividades tiveram início na última terça-feira, 05, e teve como tema central “Reflexões sobre o Currículo de Sergipe: implementação e ação na sala de aula”. Foram três dias marcados pelas discussões e reflexões sobre o cenário educacional.

A secretária municipal de Educação, Josevanda Mendonça Franco, destacou que a realização da Jornada Pedagógica já é uma tradição no município de Nossa Senhora do Socorro. De acordo com ela, o trabalho é desenvolvido na perspectiva de definir os padrões e os pilares do planejamento estratégico que se estabelece em todas as unidades de ensino para o ano letivo de 2019.

“O evento antecede o começo das aulas exatamente para que  todos possam, a partir de uma reflexão colocada como temática, avançar no que será feito nas  escolas”, disse a secretária.

Oficinas

Conduzidas por técnicos da Semed, as 16 oficinas realizadas tiveram o foco no Planejamento de Aula a partir do que preconiza o Currículo de Sergipe.

“No processo de implementação, a Semed lançou em uma proposta de planejamento anual conforme o que determina o Currículo de Sergipe. Neste momento, os professores estão conhecendo as características e especificidades do documento, conforme o período escolar de cada aluno. A nossa proposta é sair com a primeira unidade já planejada, de acordo com a participação de todos os professores”, explicou a diretora do Departamento de Educação, Andrezza Silva Mattos.

Para a secretária, as oficinas possibilitam que os professores ampliem os conhecimentos a partir das atividades práticas. “Além das palestras, os educadores podem materializar o que será apresentado em sala de aula”, reforça a secretária.

Docentes elogiaram o evento

Os educadores parabenizaram a Semed pela realização do evento. “Participei da Oficina de Geografia e História e estou adorando as atividades, os professores colaboraram ativamente. Agora, é o momento de apropriação dos conhecimentos. É inegável que a Semed se preocupa com a qualidade do ensino nas escolas da rede municipal”, elogiou a coordenadora da E.M.E.F. José do Prado Franco, Elizabeth Santana.

Compartilhando desta mesma opinião,  a professora da E.M.E.F João Prado Vasconcelos, Viviane Figueiredo,  comentou que o evento promoveu ricas discussões sobre o currículo sergipano. “Ter participado da oficina de linguagem foi uma experiência enriquecedora”, anunciou.

Para Patrícia Silva, professora da E.M.E.F Eduardo Viana, a Jornada Pedagógica 2019 possibilitou também a troca de experiências com outros docentes. “Aproveitamos este momento para sanar as dúvidas sobre o currículo sergipano”, disse.

Já a professora Clarice Souza, da E.M.E.F Eduardo Viana, destacou que  as reflexões irão colaborar na eficácia do processo de ensino e aprendizagem. “O que aprendemos irá contribuir na minha vida profissional”,  declarou.

Jornada Pedagógica

A Jornada Pedagógica promove um espaço de debate e o aprimoramento da práxis pedagógica. Neste contexto, possibilita a sistematização dos saberes locais e universais no âmbito da escola com o intuito de garantir o direito de aprendizagem aos estudantes.  Participaram do encontro aproximadamente 450 educadores e o grupo formado por servidores da Semed “Tecendo história onde vivo” abrilhantou o evento com a apresentação cultural.

Neste ano, o evento promoveu ricas discussões e reflexões sobre a implementação do currículo sergipano e o planejamento da aula.  No Estado, o documento foi elaborado em regime de colaboração com os 75 municípios, apontando competências, princípios, direitos, objetivos de aprendizagem para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental considerando as especificidades da cultura local.

Por: Lívia Lessa

Acessibilidade