Fortes chuvas atingem o município de Nossa Senhora do Socorro, nesta terça-feira,19, e desde então vem causando alagamentos e diversos transtornos à população. O volume de chuvas, considerado fora da normalidade, segundo dados da Defesa Civil, pegou os socorrenses de surpresa. Em apenas quatro horas foram registrados 60 mm de chuva, quantidade estimada para as 24 horas do dia.

Para tentar minimizar os prejuízos causados pelo volume de água, a Prefeitura de Socorro reuniu uma Força Tarefa formada por equipes das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminfra), Assistência Social (SMAS) é Planejamento (SEPLAN), para auxiliar a Defesa Civil na atuação em áreas de risco e também nas mais atingidas pelos temporais, assim como, encontrar soluções para os problemas causados pelas fortes chuvas nas mais diversas localidades.

De acordo com o Sub-Coordenador da Defesa Civil do Município, Emerson Campos, o nível muito alto de chuva em um curto espaço de tempo, causou os transtornos à população. “Ontem estavam previstos entre 50 a 60mm de chuva nas 24 horas, e acabaram caindo em torno de 4 horas, a rede de drenagem não conseguiu dar suporte, pois foi muita chuva em pouco tempo, acabou sobrecarregando as redes de drenagem. As equipes da Defesa Civil estão de sobreaviso e fazendo algumas intervenções nos locais onde houve alagamentos, reunidos com uma equipe de engenheiros da Secretaria de Infraestrutura para verificar uma melhor solução de vazão e escoamento das águas. Estamos trabalhando para amenizar os efeitos das chuvas nessas áreas”, afirmou.

O Secretário de Infraestrutura, Francisco Nascimento, destacou o constante trabalho da Prefeitura para diminuir as intempéries causadas pelo alto volume de chuva ao longo do ano. “Preventivamente foram feitas limpezas nos canais e manutenção corretiva onde existe rede de drenagem. No momento, técnicos da secretaria estão analisando os principais pontos de alagamento para encontrar uma solução emergencial. Vale destacar que por melhor que seja o sistema de drenagem de uma cidade, quando há um grande volume de chuva, em poucas horas, é normal ocorrer alagamentos. Infelizmente em Nossa Senhora do Socorro existem muitas moradias localizadas em áreas muito próximas a canais, córregos ou várzeas”, lembra.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), emitiu um alerta de chuva para todo o estado de Sergipe, a Defesa Civil informa de que em qualquer situação de emergência a população entre em contato pelo serviço 199.

Acessibilidade