Na manhã desta terça-feira, 28, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, através da Secretaria Municipal de Cultura (Semcult), promoveu a entrega de novos instrumentos musicais para os alunos da União Filarmônica Nossa Senhora do Socorro. A entrega foi realizada obedecendo as medidas de segurança estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), evitando  a disseminação do novo Coronavírus.
A aquisição dos instrumentos é fruto de emenda parlamentar do ex-deputado federal Pastor Jonhny, onde foram adquiridos cerca de 35 instrumentos como saxofones, flautas, pratos, pandeiro, bateria, trombone, entre outros utensílios que irão auxiliar no avanço  da cultura no município, além de proporcionar maiores condições de aprendizagem para os alunos da orquestra.
De acordo com o secretário de Cultura, Renato Nogueira, essa é mais uma conquista do prefeito Padre Inaldo. ” Desde o início o prefeito lutou pela formatação dessa orquestra filarmônica, e através das buscas por recursos  a emenda foi conquistada e agora vemos a chegada dos instrumentos para a cultura do município”, disse.
Segundo o maestro, Cìcero Campos, a orquestra estava desativada. ” A primeira formação da orquestra foi há trinta anos, sempre sendo desativada, e somente em 2017, com a chegada do prefeito Padre Inaldo foi reativada, podendo fazer esse importante trabalho social. Esses instrumentos serão como imãs, estimulando a chegada de novos alunos. Antes tínhamos que dividir as turmas, e agora temos instrumentos suficientes para fazer esse trabalho”, agradece.
Bastante feliz em poder realizar a entrega, o prefeito Padre Inaldo essa é a realização de um grande sonho. ” Estamos muito contentes pela filarmônica do nosso município com a entrega desses novos instrumentos. Quero agradecer ao ex-deputado federal, pastor Jonhy pela emenda parlamentar e que a gente pudesse comprar esses instrumentos. O início em 2017 foi bastante difícil, mas hoje estamos dando continuidade, realizando o sonho desses jovens e adolescentes do município”, afirma.
Um dos alunos da orquestra, o saxofonista  Mateus Rodrigues, resume o sentimento de fazer parte da banda. ” Fazer parte dessa banda é algo muito especial, pois aprendemos muitas coisas, não somente de música, mas também de como nos tornar cidadãos melhores. A chegada desses instrumentos é ótima para todos nós, além disso poderemos aprender novos instrumentos”, enfatiza.
Fotos: Antonio Carlos

 

 

Acessibilidade