A ação só foi possível graças ao Termo de Acordo Circunstanciado (TAC), entre as regiões metropolitanas do Estado

Na manhã da última terça-feira, 06, foi realizada uma operação de busca e apreensão de transporte irregular de passageiros, entre os municípios da Grande Aracaju. A ação, que foi realizada entre os municípios de Aracaju e Barra dos Coqueiros, contou com o apoio da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Nossa Senhora do Socorro, e teve como objetivo suprimir a realização do transporte irregular entre os municípios, vez que as reclamações e denúncias das categorias dos taxistas, bandeira e lotação, bem como dos mototaxistas ainda é frequente.

Desde a semana passada diversas operações estão sendo realizadas em conjunto, visando combater esse tipo de serviço irregular. Segundo o superintendente da SMTT de Nossa Senhora do Socorro, Toledo Neto, é importante manter o bom funcionamento dos transportes alternativos regularizados, como o táxi lotação, vez que mesmo não fazendo parte do sistema de transporte, como os ônibus coletivos, eles auxiliam no transporte dos passageiros entre os municípios da Grande Aracaju.

“Acaba havendo uma integração nesse sistema de transporte que precisa ser acompanhado e fiscalizado. Sendo que a cidade de Aracaju recebe três linhas de táxis, oriundas de outros municípios. Fiscalizar essa circulação é importante para que os clandestinos não tenham acesso aos passageiros, pois eles não estão cadastrados, o que pode representar um risco para os cidadãos que utilizam esse tipo de transporte. Dessa forma conseguiremos oferecer um melhor atendimento à população, e também garantimos o respeito aos taxistas que cumprem o itinerário e obedecem as regras pactuadas”, afirma Toledo.

Ainda de acordo com Toledo é importante a realização dessas ações integradas entre os municípios, pois é apenas agindo de forma conjunta e unindo forças que conseguiremos atuar de forma efetiva. “Cada cidade tem seu déficits e em uma ação conjunta faz com que este volume aumente, juntando as forças. Essa soma de esforços aumenta a eficácia da fiscalização, permitindo um controle melhor sobre os táxis que rodam na grande Aracaju, com isso quem ganha é o usuário que passará a ter um transporte de melhor qualidade obedecendo ao itinerário e as regras”, finaliza.

Acessibilidade